Como calcular o capital de giro necessário para sua empresa!

como-calcular-o-capital-de-giro

Como calcular o capital de giro necessário para sua empresa!

Pode parecer complicado e muito desafiador, porém, aprender como calcular o capital de giro é essencial para a sua empresa ter saúde financeira.

Exatamente por este motivo, nós decidimos compartilhar com você uma forma de calcular o capital necessário para operação do seu negócio.

Contudo, primeiro é importante entender a real necessidade do capital de giro.

 

O que é capital de giro?

 

O capital de giro é uma reserva de capital necessário para manter as funções básicas da empresa.

Ou seja, essa reserva de capital permitirá que a empresa opere normalmente.

Podemos incluir principalmente os custos de infraestrutura como, por exemplo: água, luz, aluguel, internet, etc.

Não só esses custos, mas também leva-se em conta também o pagamento dos funcionários e fornecedores.

Diferente de outras reservas financeiras que também podem ser investidas, o capital de giro deve estar disponível sempre que houver despesas a serem pagas.

Há uma diferença básica entre o capital de giro e o capital de giro líquido.

O capital de giro é o total necessário para manter a empresa funcionando.

Já o capital de giro líquido diz respeito ao total que você tem disponível em conta.

 

Como calcular o capital de giro?

 

O capital de giro é exatamente o mesmo valor da soma de todas as despesas essenciais da empresa, assim como já mencionamos anteriormente: infraestrutura, funcionários e fornecedores.

Já o capital de giro líquido é calculado com base no valor disponível em conta para o pagamento das despesas.

 

A fórmula é exatamente assim:

 

Capital de Giro Líquido = (Ativos Circulantes) – (Passivos Circulantes).

Os ativos circulantes são basicamente o valor que já tem disponível, bem como o valor que tem previsto para receber.

Os passivos circulantes são as despesas previstas para o período que está calculando.

Assim, sabendo estes dois valores, é possível calcular o capital de giro líquido.

Além de saber quanto será necessário acrescentar de tal forma que mantenha a empresa funcionando, no caso em que as despesas forem maiores do que a receita atual e prevista.

 

Para Concluir…

 

É importante manter a saúde financeira da sua empresa em dia.

Por este motivo, sempre calcule o capital de giro e saiba exatamente o que precisa pagar e quanto tem para receber.

Além de ter com você o fluxo de caixa para organizar todas as entradas e saída de recursos financeiros.

Você também pode elaborar um DRE para entender melhor o estado atual da sua empresa e planejar ações futuras baseado no histórico.

Se você tem alguma dúvida sobre este tema deixe nos comentários, estamos a disposição para responder e ajudar.

Se você gostou deste conteúdo compartilhe com seus amigos nas redes sociais e também no Whatsapp.