Dobre seus lucros em seis meses ou menos!

dobre-seus-lucros

Dobre seus lucros em seis meses ou menos!

Este artigo tem como objetivo ajudar você, empreendedor, para que dobre seus lucros em seis meses ou menos, baseado nas ideias de Bob Fifer.

Se você tem a ambição de crescer e desenvolver seu negócio este conteúdo será muito importante.

Lembrando que qualquer esforço sem nenhuma estratégia trará poucos resultados para você e seu empreendimento.

Continue lendo e entenda:

  • O propósito de todas as empresas lucrativas;
  • 3 conceitos de uma cultura forte;
  • Custo estratégico e Custo não-estratégico;
  • 4 problemas que geram prejuízo;
  • 3 conselhos para diminuir despesas;
  • Por que manter os recursos humanos escassos;
  • Aumente suas receitas com mais vendas.

É importante ressaltar que muitas empresas não conseguem ser lucrativas por simplesmente não ter foco no que é melhor para a própria empresa!

 

O propósito de todas as empresas lucrativas!

 

Quando perguntamos a um empreendedor qual o propósito da sua empresa aparecem diversas respostas.

Entre elas: gerar bem-estar coletivo, gerar receita, ou até mesmo garantir rendimentos para seus acionistas.

A grande verdade é que o propósito de uma empresa lucrativa é gerar lucro, simples assim.

Porque não adianta sua empresa gerar um grande volume em receita se pouco disto se converte em lucro de fato.

Isto é, o propósito de uma empresa lucrativa é o próprio lucro, e para tanto, é preciso ter uma cultura forte que ressalte este propósito.

 

3 conceitos de uma cultura forte!

 

É importante deixar claro para todos na empresa que a meta é ser excelente em tudo o que fazem.

Primeiro, comece não se igualando a média do mercado, pois isto não é o bastante para aumentar os seus lucros.

Por isso foque em resultados práticos e não em esforço pelo esforço.

Segundo, acompanhe e recompense os funcionários que tiverem resultados, e mostre que a meritocracia é um valor importante.

Assim, entre os medíocres e os bons, escolha sempre os bons.

Terceiro, lembre-se que lucrar é bom e saudável para sua empresa, pois, o lucro é a medida de resultado e financia todo o seu crescimento.

Além de saber qual o seu propósito e ter uma cultura forte é importante entender quais os custos da sua empresa.

 

Custo estratégico e Custo não-estratégico! Entendimento essencial para que você dobre seus lucros.

 

Existe uma diferença prática entre os tipos de custos que uma empresa tem.

Uma vez que os custos estratégicos são aqueles que são investidos para ter um retorno direto em mais vendas, receita e lucros.

Os custos não-estratégicos são aqueles que não geram resultados diretos, mas estão ligados a manutenção da empresa.

Para citar um exemplo: a cadeira na sala de reunião; comprar uma nova não fará diferença nos resultados da empresa. Por outro lado, investir o mesmo valor em anúncios para vender um produto trazem resultados.

Bons gestores procuram focar em investir nos custos estratégicos, durante as fases boas e até em meio as crises.

Já os custos não-estratégicos devem ser eliminados ao máximo, assim como a falta de eficiência dentro da empresa.

 

4 problemas que geram prejuízo!

 

Além de prejudicar o funcionamento da empresa, a falta de eficiência também gera prejuízo.

O primeiro problema é pensar demais e agir pouco. Tão que os bons gestores são mais intuitivos e procuram tomar decisões mesmo que tenham poucas informações.

O segundo problema é não saber delegar. Por isso é importante procurar um equilíbrio na hora de delegar tarefas.

Delegar demais pode travar o funcionamento da empresa e o contrário também é valido, onde delegar pouco pode travar a produtividade.

Procure delegar funções e tarefas na medida certa.

O terceiro problema é oferecer tudo aos clientes.

Portanto, procure ofertar aquilo pelo qual o cliente está disposto a pagar, uma vez que satisfaça as necessidades dele sem comprometer a lucratividade da empresa.

O quarto problema é a lentidão dos processos.

Para ser excelente na execução procure focar em estabelecer prazos escassos e uma cultura de urgência na empresa.

Agora, tão importante quanto evitar as despesas é reduzi-las.

 

3 conselhos para diminuir despesas!

 

Primeiro, comece percebendo que não existem despesas que não podem ser cortadas.

Assim como ter um orçamento fixo e pouco flexível pode prejudicar a sua empresa.

Segundo, faça os cortes e depois pergunte. Se você perguntar aos gestores o que pode ou não ser cortado, muita coisa desnecessária será vista como essencial.

Faça os cortes que achar necessário, e caso seja realmente essencial restabeleça alguns custos. Desta forma, o que for desnecessário será cortado.

Terceiro, faça todas as compras passarem por um gestor.

Quando o funcionário precisa pedir aprovação para uma compra ele mesmo evitará gastar mais do que o essencial e necessário.

Ninguém gosta de ficar pedindo permissão, por este motivo você terá certeza de que não haverá desperdícios no momento de comprar.

Assim como os recursos materiais podem trazer prejuízo para empresa os recursos humanos também.

 

Por que manter os recursos humanos escassos!

 

Os recursos humanos também são uma grande fonte de despesas, e por este motivo é sempre relevante ficar de olho na eficiência dos funcionários.

Ter um quadro grande de funcionários em funções não-estratégicas pode parecer legal para apresentar aos amigos e familiares, mas não é bom para a lucratividade da empresa.

Se você não costuma despedir funcionários sua empresa terá problemas. Portanto, lembre-se da meritocracia que já abordamos neste artigo.

Comece a realizar cortes nos recursos humanos, primeiro naqueles que executam funções não-estratégicas e que tem o pior desempenho.

Assim, os outros funcionários ficarão mais motivados a produzir e mostrar resultados.

Tudo isto será bom para a empresa como um todo.

Dentro de uma empresa com cultura forte somente a excelência é aceitável.

Deixe isto bem claro para todos os funcionários e dê o exemplo despedindo aqueles que estão abaixo do padrão esperado.

Somente cortar custos não é bastante para dobrar os lucros.

É necessário também aumentar suas receitas.

 

Aumente suas receitas com mais vendas e dobre seus lucros!

 

Para aumentar a sua receita é imprescindível aumentar as vendas.

Por este motivo, procure contratar bons vendedores e oferecer produtos e serviços nos quais você confia de verdade.

Se por algum motivo o cliente perceber que você ou seus vendedores não estão confiantes em relação à venda eles não compram.

Treine seus vendedores para que eles consigam passar o máximo de confiança no momento de realizar as vendas de modo que aumente a receita da empresa.

Além disto, é importante criar conexão com os clientes demonstrando o sentimento de empatia, se colocando no lugar do outro e enxergando o problema como ele vê.

E o mais importante é tirar todas as dúvidas necessárias para realizar a venda, pois, se o cliente tiver dúvidas ele não finaliza a compra.

 

Para Concluir, Dobre seus lucros em seis meses ou menos…

 

Como você pode perceber ao longo do artigo “Dobre seus lucros em seis meses ou menos”, baseado no livro do Bob Fifer, é realmente possível dobrar seus lucros.

Para isso você precisará realizar um esforço em ter uma boa cultura empresarial focada na excelência e também realizar ações práticas.

Além disso, é importante cortar ao máximo todo tipo de custos e ineficiência que possam ocorrer e aumentar as vendas e sua lucratividade.

 

Se você gostou deste conteúdo compartilhe com seus amigos nas redes sociais e também no WhatsApp.

Leia o artigo “CONSULTORIA EMPRESARIAL: 5 BONS MOTIVOS PARA CONTRATAR EM 2019” e entenda porque você deve investir em uma consultoria empresarial para alavancar o seu negócio.

Caso tenha alguma dúvida sobre o tema deixe nos comentários, estamos à disposição para responder e ajudar.