janeiro 2019

Neste artigo você saberá qual é a importância da gestão financeira em pequenas empresas e como ela pode mudar seu negócio.

A parte financeira da empresa é similar ao sistema respiratório do corpo humano, que se por algum motivo parar, você morre.

Portanto, independentemente do tamanho de empresa que você tenha ou pretende abrir, a parte financeira precisa ser levada a sério e com responsabilidade.

Continue lendo este artigo e entenda:

  • O que é gestão financeira;
  • Como criar um fluxo de caixa;
  • Quando recorrer a um contador;
  • Quando contratar uma consultoria;
  • Como melhorar sua gestão financeira.

 

O que é gestão financeira?

A gestão financeira é o conjunto de conhecimentos aplicados em negócios para gerenciar utilizando todos os recursos financeiros.

Desde a entrada de recursos por meio de vendas até o investimento em matéria-prima e equipamentos.

Por esse motivo não é realizada apenas uma vez, mas sim, de forma contínua para manter as contas da empresa em dia.

Portanto, você precisa começar registrando todos os movimentos financeiros da empresa, tudo o que entra e sai.

Se quiser entender melhor leia nosso artigo somente sobre este tópico que também está no blog, clique aqui.

 

Como criar um fluxo de caixa?

Um fluxo de caixa é uma ferramenta onde se registra todos os movimentos financeiros da empresa

Afim de que todas as compras e vendas realizadas pela empresa, assim como os gastos com funcionários, estejam atualizados.

Você pode criar seu fluxo de caixa em uma planilha no Excel.

Se preferir pode utilizar alguma ferramenta própria para este objetivo, seja online ou somente no seu computador.

Logo, o importante é registrar e acompanhar continuamente como está o fluxo financeiro da sua empresa.

Assim você pode tomar as melhores decisões no momento de investir ou cortar gastos.

Nenhuma informação deve ser deixada de lado neste quesito para não gerar confusão ou até mesmo problemas financeiros para sua empresa.

Se quiser entender melhor, você pode ler outro artigo aqui do nosso blog, Gerenciando o Fluxo de Caixa em 7 passos.

Seguindo estas orientações você será capaz de entender como está a saúde financeira da sua empresa e o que precisa fazer para mantê-la saudável.

 

Quanto recorrer a um contador?

Se você tem uma empresa, seja do tamanho que for, é sempre importante ter um contador para ajudar.

Principalmente para ficar por dentro de quais impostos deve pagar.

Ele será responsável por ajudar em todos os sentidos para que você fique atento sobre todas as obrigações financeiras.

 

Quando contratar uma consultoria?

A consultoria em gestão financeira é importante para qualquer empresa sempre que ela tiver capacidade de investir.

O primeiro ponto positivo é terceirizar parte da sua atenção com este tipo de atividade para que você foque mais no que realmente importa, na sua especialidade.

Desta forma, este reforço pode contribuir para que você consiga focar em vender mais.

 

Como melhorar a gestão financeira em pequenas empresas?

Para melhorar sua gestão financeira hoje, comece criando ou melhorando seu fluxo de caixa como já orientamos anteriormente.

Assim que possível invista em uma consultoria de gestão financeira e tenha mais orientações.

Isso permitirá que você perceba as informações com maior grau de profundidade.

Também procure diminuir ao máximo os seus gastos fixos e aumentar as suas vendas para ter mais margem para investimentos.

Melhore os processos da sua empresa com o objetivo de diminuir o tempo de produção, atendimento ao cliente e entrega dos produtos ou serviços.

 

Se você gostou deste conteúdo sobre gestão financeira em pequenas empresas compartilhe com seus amigos nas redes sociais e também no Whatsapp.

Caso tenha interesse em ter ajuda na gestão financeira da sua empresa entre em contato conosco, estamos à disposição para ajudar.

Vamos compartilhar com você 5 bons motivos para ter uma consultoria empresarial em 2019.

Você vai aprender porque ela vai fazer toda diferença na sua empresa.

Muitas pessoas acreditam que apenas o trabalho duro pode gerar resultados, mas sem inteligência e boas decisões nenhum negócio sobrevive.

Vamos falar dos seguintes motivos:

  • Realizar a gestão financeira;
  • Criar Demonstrativos de Resultado do Exercício;
  • Criar Procedimento Operacional Padrão;
  • Realizar Planejamento de Ações;
  • Conseguir Amadurecimento da Administração.

Quando uma pessoa decide abrir uma pequena empresa e faz tudo, da compra de mercadoria até a venda, é normal saber de tudo o que acontece.

Contudo, para a empresa crescer é necessário ter uma equipe para ajudar na gestão de diversos aspectos, começando pela parte financeira.

Realizar a gestão financeira

Para uma empresa ter bons resultados, ela precisa ter registro de todas as informações importantes, assim como uma boa gestão.

Uma consultoria empresarial vai ajudar neste sentido, sabendo o que é importante registrar e como você vai gerenciar todas estas informações.

Ao passo que indica quais os melhores caminhos para você alcançar seus objetivos de curto, médio e longo prazo.

Como já explicamos anteriormente em:  O sucesso da sua empresa depende da gestão financeira.

Criar Demonstrativos de Resultado do Exercício

Para que você tenha uma boa gestão financeira é fundamental você ter duas ferramentas de controle.

A primeira é o Fluxo de Caixa, que vai projetar todas as entradas (receitas) e saídas (despesas) e ajudar a empresa a se planejar financeiramente.

O outro documento importante para uma boa gestão financeira é o Demonstrativo de Resultado do Exercício, ou simplesmente DRE.

A partir deste documento você terá conhecimento da saúde financeira da sua empresa e fará um planejamento com mais clareza.

Como já explicamos anteriormente em: DRE: O que é, como funciona e como fazer!

Criar os Procedimentos Operacionais Padrão

Além de cuidar das finanças para sua empresa ter resultados é necessário cuidar do funcionamento operacional.

Por isso é importante criar e atualizar os procedimentos operacionais padrão.

Eles vão orientar e esclarecer cada colaborador sobre como deve realizar cada procedimento, quais equipamentos utilizar e quando realizar.

Assim, cada funcionário saberá o que fazer, como fazer e quando fazer cada ação da maneira correta , evitando erros e desperdícios, bem como uso incorreto de equipamentos da empresa.

Como já explicamos anteriormente em:  O que é procedimento operacional padrão?

Realizar Planejamento de Ações

Sabendo como está a saúde financeira da empresa e criando rotinas bem estruturadas, para o próximo passo é necessário ter um planejamento de quais ações a empresa vai realizar.

Se o seu objetivo é ter sucesso nos negócios, é essencial que planeje as ações futuras para criar previsibilidade de resultados.

Correr riscos e investir sem garantias é sempre arriscado, portanto, é importante ter uma consultoria empresarial para acompanhar nesta etapa.

Visto que contribuirá para a criação de um plano de ações prático focado em gerar resultados no curto, médio e longo prazo.

Conseguir Amadurecimento da Administração

As empresas que receberam nossa consultoria tiveram grandes resultados financeiros, ou seja, aumentaram sua lucratividade.

Receber uma segunda visão do seu negócio, partindo de um especialista, ajuda a amadurecer suas escolhas próprias.

É possível aprender muito e investir naquilo que funciona, conhecendo melhor sua empresa e outras formas de gerenciar.

Nós acreditamos que estes são 5 bons motivos para ter uma consultoria empresarial em 2019

Se você gostou do conteúdo compartilhe com seus amigos nas redes sociais e também no Whatsapp.

Caso tenha alguma dúvida ou queria uma consultoria empresarial e financeira entre em contato conosco, estamos à disposição para ajudar.

Muitos empresários sabem que os custos fixos podem ser o grande vilão na gestão, por isso vamos explicar como reduzir os custos fixos na empresa.

Além de realizar vendas e aumentar cada vez mais a receita da empresa é importante focar sempre em reduzir os custos.

Por esse motivo nós vamos compartilhar alguns caminhos para ajudar a economizar e tornar seu negócio mais eficiente.

Conheça muito bem seus resultados!

Primeiramente é importante conhecer bem todos os números envolvidos na gestão.

Quais são as receitas, bem como, quais são os gastos e os investimentos.

Para tanto procure elaborar periodicamente o DRE, demonstrativo de resultado do exercício.

Quando mais completo e detalhado for este documento, mais claro será para você onde deve focar na hora de reduzir os custos fixos do seu negócio.

Conheça bem seus processos!

A segunda etapa para você reduzir custos fixos na sua empresa é focar em conhecer bem todos os processos da sua empresa, da compra até a entrega.

Por esta razão tenha na sua empresa diversos POP, procedimentos operacionais padrão, que são os documentos que detalham cada atividade.

Com estes documentos você poderá gerenciar melhor o funcionamento das atividades da sua empresa e reduzir gastos e desperdícios.

Renegocie os contratos!

O passo seguinte para reduzir seus custos fixos é renegociar os contratos com os fornecedores.

Chame os fornecedores de telefonia, plano de saúde, internet e demais.

Faça cotação também com os concorrentes.

Reúna e solicite uma redução, pois o ganho anualizado é sempre significativo!

Como reduzir custos fixos na empresa?

Agora que nós realizamos os passos essenciais é importante juntar todos eles para de fato reduzir os custos.

Comece analisando o DRE e a partir dele conclua quais custos fixos podem ser reduzidos.

Além disto, caso não tenha os procedimentos operacionais padrão, crie, se já tiver analise e melhore focando no consumo mínimo dos recursos da empresa.

Dicas adicionais!

Além de pensar nos fatores que mencionamos anteriormente, pense também em:

  • Implantar energia solar na empresa;
  • Buscar outras fontes de energia: fazenda solar;
  • Reutilizar a água usada na empresa;
  • Trocar viagens e ligações por Vídeo Chamada;
  • Trocar objetos descartáveis por objetos reutilizáveis.

Se este conteúdo foi interessante para você compartilhe com seus amigos nas redes sociais e no whatsapp.

Caso tenha alguma dúvida ou queira uma ajuda para colocar estas dicas em prática fale conosco, estamos à disposição para ajudar.

Toda empresa existe para solucionar problemas e ter lucro, por esse motivo, vamos explicar como aumentar o lucro da empresa em tempo recorde.

Para começar é importante saber o que é gestão financeira e evitar os principais problemas que levam as empresas a falência.

Inicialmente é relevante recordar que o lucro é o resultado final da empresa, levando em conta o que entrou de receita e o que saiu de despesa.

Como aumentar a receita?

A receita da empresa é o total gerado por ela na venda de produtos e serviços.

Uma forma de aumentá-la é aumentando o mix de produtos e serviços, ou seja, oferecer uma gama maior de opções para seus clientes.

Outro meio de aumentar a receita é a criação de planos de assinatura.

A recorrência seria possível por meio da entrega de um produto regularmente ou prestação de um serviço continuado.

Pode parecer complicado, mas não é! Como por exemplo, uma padaria de bairro pode oferecer um plano mensal para entregar pão quente todos os dias.

Você também pode focar em melhorar a precificação de alguns dos seus produtos, aumentando assim a margem de cada venda.

Colocando estas dicas em prática você terá novas fontes de receita, sem precisar fazer grandes investimentos.

Como diminuir despesas em geral?

Para começar você pode observar e analisar na sua empresa quais as fontes de desperdício e focar em resolvê-las.

Há recursos de uso regular, como energia, água, café, por exemplo, que no longo prazo podem diminuir consideravelmente o seu lucro.

Ferramentas obsoletas ou com mau funcionamento também podem prejudicar os resultados da empresa.

Um equipamento que não funciona direito e precisa de manutenção constante aumenta o custos da empresa.

E uma ferramenta obsoleta em geral demanda mais tempo para gerar o mesmo resultado, por isso, evite perder tempo e mantenha-se atualizado.

Outro ponto que pode ser sempre melhorado é a capacitação dos colaboradores.

Um funcionário mal treinado ou sem comprometimento pode prejudicar o desempenho do negócio.

Quanto melhor e mais rápido ele produzir, mais clientes você pode atender, ganhando eficiência e aumentando sua lucratividade.

Como aumentar o lucro da empresa?

Pode perceber ao longo do artigo que há dois meios para você aumentar o lucro da sua empresa em tempo recorde.

O primeiro foco é aumentar a arrecadação, por meio de vendas mais variadas, regulares ou com melhor precificação.

O outro caminho que pode ser trilhado em paralelo é diminuir os gastos em geral.

Para isso vimos que é necessário diminuir desperdícios, custos com manutenção e melhorar a capacitação dos colaboradores.

Pode parecer complicado e complexo fazer essas e outras alterações em uma empresa, mas na realidade não é.

Focando em apenas ajustar a empresa e deixá-la a mais enxuta possível, sua performance garante uma lucratividade maior.

Caso ainda tenha dúvida e queira uma ajuda, entre em contato conosco, estamos à disposição para ajudar.

Se este conteúdo te ajudou e você conhece algum amigo que pode se beneficiar também, compartilhe.

Você já imaginou viajar e deixar sua empresa funcionando somente com os funcionários? O Procedimento Operacional Padrão pode ajudar.

Muito além de ajudar você a ter algumas férias ao longo do ano, o POP é capaz de melhorar e manter a qualidade de tudo na sua empresa.

Primeiro vamos entender o que é esse POP.

O que é Procedimento Operacional Padrão?

O Procedimento Operacional Padrão ou simplesmente POP é um documento que detalha todos os procedimentos operacionais para execução de uma determinada atividade.

Há diversos tipos de POP, mas você poderá começar com um geral que descreve todos os outros.

Existe também um para cada área da empresa com as diversas atividades que você realiza.

Podemos concluir então que este documento será como um guia para seus funcionários trabalharem da mesma forma, evitando erros por pular ou esquecer etapas necessárias dentro de um processo.

Qual Procedimento Operacional Padrão você pode criar?

Como já mencionamos anteriormente você pode criar diversos tipos de POP para sua empresa.

O primeiro deve ser o geral, onde você vai descrever todas as atividades da empresa e as áreas, citando no documento qual o POP correspondente.

Logo em seguida você pode criar um POP para descrever como manusear os equipamentos, visando o uso correto e evitando manutenções desnecessárias ou até mesmo acidentes de trabalho.

Além destes dois há inúmeros outros como:

  • POP analítico: descreve como analisar os resultados da empresa;
  • POP metódico: descreve o método de produção da empresa;
  • POP de segurança: descreve como manter a segurança;

Podendo variar de acordo com as necessidades da empresa. Focando exatamente em manter a qualidade e o padrão, ou seja, evitando desperdícios e erros.

O que um POP deve ter?

Para você elaborar um bom POP é importante levar em conta alguns pontos como, por exemplo:

  • Título do POP
  • Data de Elaboração
  • Atividades descritas.
  • Documentos de referência.
  • Local de aplicação.
  • Fluxograma.
  • Roteiro completo das atividades.
  • Autor.
  • Responsável.

Estes elementos são essenciais para que um funcionário em treinamento ou que executa uma atividade rotineira siga sem problemas.

Portanto, é importante ressaltar que este documento deve ser objetivo e claro, sendo simples para qualquer colaborador aplicar.

Em caso de dúvida o nome do responsável pelo documento e contato deve constar para ser consultado se necessário.

Para concluir, imagine que todas as ações desde a limpeza até os telefonemas para clientes sejam padronizadas, você poderá tirar suas férias e sua equipe saberá exatamente como fazer cada atividade.

Se este conteúdo te ajudou compartilhe com seus amigos nas redes sociais e também no WhatsApp.

Caso tenha alguma dúvida ou deseja criar o Procedimento Operacional Padrão na sua empresa entre em contato conosco.